absoluto

Pinterest: o “mural do quarto” das redes sociais

Sabe aqueles murais de cortiça que você provavelmente tinha no quarto quando era adolescente, com suas fotos e lembranças favoritas presas por alfinetes coloridos? O Pinterest, nova mania das redes sociais nos Estados Unidos e que começa a chegar por aqui, pretende ser uma versão digital e superorganizada deste mural, e já está despertando o interesse de empresas e marcas.

O Pinterest é um site ao mesmo tempo de compartilhamento de imagens e de bookmarking social. Você marca com um “alfinete” (pin) seus links de imagens preferidos, separados por temas, e compartilha com os amigos que o seguem no site. É perfeito para fashionistas, noivas fazerem lista de casamento, quem está montando a casa nova escolher os móveis e eletrodomésticos e chefs profissionais e amadores reunirem suas receitas, e por isso já começa a ser cobiçado por marcas e redes varejistas de moda, decoração e gastronomia, como a GAP.

Utilizar o Pinterest é simples. Para se cadastrar você deve receber um convite, que pode ser pedida pelo próprio site ou para um amigo que já use a rede. Então você cria seu pin button, um botão que fica na barra de favoritos do seu browser. Com ele, os links que você favoritar vão para os murais no seu perfil na rede. E como no Twitter ou no Tumblr você pode seguir e ser seguido pelos outros usuários e “repin” (como retweetar) seus pins. E, claro, você também pode instalar o app em seu iPhone, iPad ou Android. Segundo o site, sua missão é unir as pessoas através de todas as coisas que elas amam e compartilham no Pinterest.

Crescimento vertiginoso nos EUA

E parece que está dando certo. Lançado em 2010, o Pinterest é a nova rede social mais comentada nos Estados Unidos. Foi a rede que mais rápido quebrou a marca dos 10 milhões de usuários únicos e já gera mais tráfego de referência que YouTube, LinkedIn, Reddit, Google Plus e MySpace, se aproximando do Twitter, segundo estudo recente do serviço de compartilhamento de conteúdo Shareaholic.

E um dado curioso: o Pinterest é a única entre as grandes redes sociais cuja maioria (60%) dos usuários é mulher. Talvez isso se explique pelos temas preferidos dos pinboards serem moda, decoração e gastronomia, mas é um dado relevante se o target da sua empresa for composto principalmente pelas mulheres. Nós, que adoramos estes temas, sem dúvida iremos sugerir ações no Pinterest para nossos clientes.

Será que 2012, será o ano do Pinterest no Brasil, como o ano passado foi o do Tumblr, que cresceu 680% aqui e já vai abrir um escritório brasileiro? Veremos, mas quem apostar e ver esse crescimento se realizar pode se dar muito bem! O que vocês acham? Compartilhem sua opinião conosco nos comentários.